2 de novembro de 2011

BEM-AVENTURANÇAS: CAMINHO DE SANTIDADE

Na Solenidade de Todos os Santos, somos convidados a olhar para a vida desses homens e mulheres que, como Cristo, deram sua vida pelo irmão; são aqueles que “lavaram e alvejaram as suas roupas no sangue do Cordeiro” (Ap 7,14).

Os Santos e Santas não são pessoas com poderes extraordinários, mas são pessoas que viveram o dia a dia de forma extraordinária. São modelos de vida a serem seguidos por todos. Suas ações são exemplos para nós.

Todos nós somos chamados à Santidade pelo batismo. O próprio Jesus faz esse apelo: “Sede santos como o vosso Pai celeste é santo” (Mt 5,48).

Mas qual o caminho para a Santidade? O que fazer para chegar lá? Podemos ser santos a exemplo do próprio Deus?

O único Santo por excelência é Deus, por isso rezamos: Santo, Santo, Santo. Como não há linguagem que expresse a Santidade de Deus, dizemos três vezes que Ele é Santo.

O caminho para a Santidade são as bem-aventuranças. No Evangelho deste final de semana (06/11/2011), Solenidade de Todos os Santos, o próprio Jesus traça o caminho da santificação. Acompanhemos o texto:

3“Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. 5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. 7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus! 11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 12aAlegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus”. (Mateus 5,3-12)

Seremos bem-aventurados se formos pobres em espírito, mansos, misericordiosos, puros de coração, se tivermos sede de justiça, se promovermos a paz. Deus já fez a sua parte dando-nos as graças que necessitamos. Agora depende de cada um de nós aceitarmos ou não essas graças e trilharmos esse caminho.

Como consequência muitas vezes poderemos ser perseguidos, mas o próprio Senhor estará conosco para nos fortalecer. A perseguição que pode advir da nossa vivência de Santidade é porque incomodamos o sistema injusto que oprime, mata, destrói, fere tantas vidas, especialmente as indefesas.

O Senhor nos deu um grande presente, nos diz São João; “de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos!” (1Jo 3,1), completa o autor. Ainda que o mundo não reconheça que o sejamos, nós o somos porque conhecemos a Deus e seu amor revelado a nós.

Senhor Deus! Não deixe morrer em nós a chama da Santidade. Seremos santos seguindo Teus passos e foi para isso que Tu nos criastes.

Deus abençoe a todos!
Pe. Hermes José Novakoski

LITURGIA DOMINICAL

1ª Leitura: Apocalipse 7,2-4.9-14
Salmo: 23(24)
2ª Leitura: 1 João 3,1-3
Evangelho: Mateus 5,1-12


SANTO

Santo, Santo, Santo,
Deus Onipotente!
Cedo de manhã cantaremos teu louvor!
Santo! Santo! Santo
Deus Santo triúno!
És um só Deus, excelso Criador!

Santo ... repete...
Todos os remidos
Juntos com os anjos
Proclamam Teu louvor!
Antes de formar-se
o firmamento e a terra
Eras e sempre És e Hás de ser, Senhor!

Santo... repete...
Nós os pecadores
Não podemos ver Tua glória sem temor!
Tu somente és Santo,
Não há nenhum outro
Puro e perfeito, excelso Benfeitor!

Santo... repete...
Deus onipotente!
Tuas obras louvam
Teu nome com fervor!

Santo... repete...
Justo e compassivo!
És um só Deus, Supremo Criador!

Letra J.G.R.