26 de janeiro de 2012

LIÇÃO DO RATO



Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.
Pensou logo no tipo de comida que haveria ali. 
Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:
_ Há ratoeira na casa,ratoeira na casa!!!
A galinha:
_ Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me
prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi até o porco:
_ Há ratoeira em casa, ratoeira...
_ Desculpe-me Sr.Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar.
_ Fique tranquilo que o senhor será lembrado nas minhas orações.
O rato dirigiu-se à vaca:
_ Há ratoeira na casa!
_ Oque? Ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!
Então o rato voltou para casa abatido, para encontrar a ratoeira.
Naquela noite ouviu-se um barulho como o da ratoeira pegando sua vítima...
A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego.
No escuro, ela não percebeu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra  venenosa.
E a cobra picou a mulher...
O fazendeiro levou-a imediatamente ao hospital ao hospital. Ela voltou com febre.
Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.
Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou morrendo.Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou 
a vaca, para alimentar todo aquele povo.

MORAL DA HISTÓRIA
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema
não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre perigo.
O problema de um... é problema de todos!
"Nós aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a conviver como irmãos."

21 de janeiro de 2012

ANUNCIAR A CONVERSÃO

A Palavra de Deus deste 3º Domingo do Tempo Comum nos convida a conversão. Converter-se é mudar de direção, voltar, conduzir. Voltar para o Senhor. Conduzir para Deus àqueles que vivem longe d’Ele. Mudar aquilo que na vida não está de acordo com o desígnio de Deus. 

Deus convida Jonas a anunciar a sua mensagem aos habitantes de Nínive. Jonas anuncia e “os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejuns e vestiram sacos, desde o superior ao inferior” (Jonas 3,5). Porque se converteram Deus não os castigou. Porque mudaram de vida, acreditaram em Deus, foram salvos.

Jesus também chama a conversão o povo do seu tempo e a todos nós: “o tempo já se completou e o reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no evangelho” (Marcos 1,15). Mas a resposta do povo não foi a esperada. Diferente dos ninivitas, os judeus ouvem, mas poucos se converteram. Poucos acreditam na Palavra, agora não dos profetas, mas do próprio Filho de Deus.

Continuando o evangelho, Jesus convida alguns para continuarem sua missão: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens” (Marcos 1,17). Estes atendem ao convite de Jesus e deixando imediatamente tudo, diz a palavra, seguem o Mestre.

E hoje? Estamos no ano 2012. A Igreja continua a missão de Jesus. Ele mesmo designa apóstolos a continuarem essa missão que chegou até nós. O papa, os bispos, os sacerdotes, religiosos e leigos somos convidados a anunciar a conversão. Gritar ao mundo para que escute a Palavra de Deus, os apelos de Deus e se converta. Assim como os ninivitas, os israelitas, nós hoje precisamos de conversão. Precisamos com urgência voltar para Deus e mudar de vida.

Que o Senhor nos dê sabedoria, paciência e perseverança para não desanimarmos de nossa missão. Orientados pela sua Palavra sejamos anunciadores do seu Reino. Convertidos, indiquemos o caminho de Deus para aqueles que vivem afastados d’Ele.

Deus nos abençoe.

Pe. Hermes José Novakoski, PSDP.


LITURGIA DO 3º DOMINGO DO TEMPO COMUM
1ª LEITURA: Jonas 3,1-5.10
SALMO: 24(25)
2ª LEITURA: 1 Coríntios 7,29-31
EVANGELHO: Marcos 1,14-20

20 de janeiro de 2012

O dia das crianças esquecidas


Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças de mãos calejadas pela luta que não é delas.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças de armas em punho, em guerras que não escolheram.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças com fome de pão, num mundo de desperdícios.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças sem tecto, em ruas com palacetes.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças que não brincam, num mundo de playstations.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças sem escola, em tempos de “oportunidades”.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças institucionalizadas, num mundo de casais inférteis.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças sem família, em tempos de “recomposição”.
Peço perdão às crianças de olhar triste,
Às crianças estigmatizadas, num mundo que apregoa a “igualdade”.
Peço perdão… em vão… 
ou talvez não! 
Porque só a criança tem o dom de perdoar
os que a ignoram e a fazem sofrer… 
Mesmo sem saber porquê, 
Ela sente, lá no fundo…
Que só com Amor
Se pode crescer!
Só o Amor 
Poderá resgatar a alegria
Para o seu olhar!

Ana Cláudia Albergaria 
No dia da criança (esquecida)! 


17 de janeiro de 2012

SOBRE AMIGO NA PALAVRA DE DEUS



Querendo um verdadeiro amigo 
Na provação seja adquirido 
A confiança cresça aos poucos 
Para que se fortaleça na verdade. 

Há aqueles que só te deixarão 
Nas horas de tristeza e tribulação 
Pois eram interesseiros e não fieis 
Queriam de você em tudo se aproveitar 

Um amigo verdadeiro é um com você 
Estará ao seu lado para ajudar e servir 
Pois desejará somente o teu bem 
E tudo aquilo que te agrada e faz feliz 

Afasta-te daqueles que não são teus amigos 
A presença deles não te faz bem nenhum 
Vigia uma verdadeira amizade 
Pois ela faz bem ao teu coração 

Um amigo fiel é uma poderosa proteção 
Um tesouro incomparável, sem medida 
Um bálsamo para o coração em todos os momentos 
Um bem que em nada se compara. 

Pe. Hermes JN, PSDP


Eclesiástico 6,7-17: "Se adquirires um amigo, adquire-o na provação, não confies nele tão depressa.  Pois há amigos em certas horas que deixarão de o ser no dia da aflição. Há amigo que se torna inimigo, e há amigo que desvendará ódios, querelas e disputas; há amigo que só o é para a mesa, e que deixará de o ser no dia da desgraça. Se teu amigo for constante, ele te será como um igual, e agirá livremente com os de tua casa. Se se rebaixa em tua presença e se retrai diante de ti, terás aí, na união dos corações, uma excelente amizade. Separa-te daqueles que são teus inimigos, e fica de sobreaviso diante de teus amigos.  Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro. Nada é comparável a um amigo fiel, o ouro e a prata não merecem ser postos em paralelo com a sinceridade de sua fé. Um amigo fiel é um remédio de vida e imortalidade; quem teme ao Senhor, achará esse amigo. Quem teme ao Senhor terá também uma excelente amizade, pois seu amigo lhe será semelhante".



4 de janeiro de 2012

O HINO NACIONAL DOS PARAENSES

O mais recente jogo de futebol entre as seleções Brasil e Argentina, ontem, 28/09/2011, em Belém do Pará, reservou aos brasileiros patriotas de outras longitudes e latitudes uma grata e emocionante surpresa. Antes do embate esportivo e após a execução do hino do país "hermano", a banda de música deu início ao Hino Nacional brasileiro, belissimamente executado. Só que se limitou à pequena introdução, que se fez comum nos campos desportivos mundo afora e que fere uma antiga legislação, que proibia que se mutilasse o
símbolo pátrio, que sempre deveria ser executado na íntegra e, se cantado, nas suas duas partes.

A surpresa adveio do eletrizante fato de, uma vez emudecida a banda, continuar a multidão, de cerca de quarenta mil pessoas, a entoar, a plenos pulmões e com toda a emoção, a bela canção pátria dos brasileiros, a mais linda do mundo! Uma corrente eletrizante percorreu o corpo e a alma de todos os que assistiram a tão único e vibrante episódio, "in loco" ou pela televisão. Até o brincalhão Neymar chegou às lágrimas diante do maravilhoso espetáculo, proporcionado, em uníssono e espontaneamente, por aqueles brasileiros anônimos, que assim proclamavam, de forma tão forte e comovente, seu amor ao bendito País natal.

Os paraenses, homens, mulheres, crianças, idosos, filhos da Amazônia brasileira e descendentes legítimos de seus bravos desbravadores, todos mostraram que conhecem o Hino Nacional e têm prazer em cantá-lo. Paralelamente, verifica-se que as escolas e os professores de lá ensinam seus alunos a cultuarem, amarem e respeitarem os símbolos nacionais. Que bom se tão belos exemplos se ramificassem e aplicassem por todo o território de Santa Cruz, em tantas partes com populações tomadas pela descrença, pelo nihilismo e pelo cinismo que tanto refletem os péssimos exemplos dados pelos homens e mulheres investidos e dotados de poder sobre a sociedade, que tão mal vêm exercendo! Jamais me conformei com o desrespeito do público ao Hino, em pugnas esportivas em outras plagas tupiniquins, com os presentes não observando silêncio, postura correta, não o cantando ou continuando a andar, falar, gesticular, inclusive os notórios cronistas esportivos!

Nunca entendi ou aceitei o fato de os jogadores brasileiros, ao contrário de tantas equipes estrangeiras, que bradam aos céus o orgulho pátrio, manterem-se calados durante a execução do Hino, ou balbuciando algumas palavras, fingindo conhecer-lhe a letra. As câmeras de televisão, implacáveis, vem sempre mostrando essa triste e inaceitável realidade! Os paraenses lavaram a alma dos brasileiros verdadeiros! Deram-nos novas e fundadas esperanças em relação ao futuro. Havendo amor e dedicação à Pátria e aos seus símbolos por parte do povo, nem legiões de traidores e canalhas serão capazes de obstar nossa caminhada rumo à grandeza, à felicidade, à paz e ao progresso! Deus abençoe o Pará e seu povo! Deus salve o Brasil!

Pedro Bial, O Globo, Rio de Janeiro, RJ, 29 de setembro de 2011

2 de janeiro de 2012

UM MILHÃO DE AMIGOS EM 2012

Desejo que em 2012 você tenha muitos amigos. Um milhão de amigos, se precisar. Que em todos os dias eles sejam presença na tua vida; iluminando a escuridão da noite, trazendo alegria nos dias tristes, consolo na dor.

Desejo que você seja um bom amigo para quem precisar. Que em todos os momentos você seja instrumento de paz. Que todos os que vierem até você, encontrem um coração infinito de amor, perdão e alegria.

Desejo que 2012 seja um ano especial. Que seus sonhos se tornem realidade; que seus desejos se concretizem e que nunca falte um amigo de verdade.

Desejo ainda que Deus seja o primeiro em tua vida. Que Ele ilumine os teus passos e te dê sabedoria para viver bem, viver melhor cada dia do novo ano.

Faça diferente. Faça melhor! Você pode! Você é capaz! Deus capacita você para ser o melhor em tudo! Busque a excelência! Não fique na margem, você nasceu para brilhar. Deixe que a luz que há em você brilhe para que todos sejam iluminados.
FELIZ ANO DE 2012!

Natal em Áurea RS

Igreja Matriz Nossa Senhora do Monte Claro - Áurea RS







Ruas e praça em Áurea RS