30 de abril de 2012

GRATIDÃO PELO PRIMEIRO ANO DE SACERDOTE


"O BOM PASTOR DÁ A VIDA POR SUAS OVELHAS!" (Jo 10,11

A beleza da nossa vocação é que ela é dom e graça de Deus. É Ele quem chama e dá os meios para a realização. As condições que nos exige são disponibilidade, amor e confiança. Abandonar-se nas mãos do Pai como a criança de colo; amar e nada reter porque tudo o que fazemos e somos é dom.

Neste um ano de sacerdócio resumo minha vocação e missão nestas três palavras acima expostas: disponibilidade, amor e confiança. Deus me amou e por isso me chamou a esta vocação. Pede de mim disponibilidade para fazer o que Ele quer e deseja e não o que eu quero e desejo. E como conseqüência pede confiança: “buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e o resto vos será dado por acréscimo” (Mt 6,33).

Quanta beleza vejo Deus realizar, quando o sacerdote se abandona em suas mãos! Porque é Ele quem conduz a história, a vida, a Igreja e o que precisa é disponibilidade. Filhos que queiram segui-lo com amor e confiança.

Louvo e agradeço ao Senhor por este maravilhoso dom. Peço perdão porque sei que muitas vezes coloquei limites à graça de Deus. Renovo meu desejo de ser cada dia mais de Deus e segui-lo com mais amor, disponibilidade e confiança.

Senhor! Faça-se em mim a Tua vontade.

Que vocação linda a de ser padre! Poder levar às pessoas uma palavra de carinho e conforto pelo sacramento da confissão. Muitos estão amarrados a pesados fardos de pecados e do seu passado. Uma palavra, um conselho, um abraço, uma oração bastam para que a pessoa se liberte de tudo isso.

Que graça ser padre! Pela oração, pela força e ação do Espírito Santo, o padre atualiza o mistério celebrado por Jesus, a santa Eucaristia. Sem sacerdote não há Eucaristia.

Anunciar, denunciar, convidar para a conversão. Missão que Jesus designou aos seus porque quer que todos sejam salvos pelo seu amor. Sua Palavra é fonte inesgotável de vida, paz, conforto, esperança. Sua Palavra liberta, abençoa, consagra, santifica, renova.

Que linda missão Senhor!

Agradeço pelas 372 missas celebradas neste ano como sacerdote. Pelos batizados e matrimônios. Pelas pessoas que pela primeira vez receberam Jesus no Pão Consagrado. Quanta graça! Quantas maravilhas Deus tem realizado e eu nem sempre me dei conta disso!

Por tudo meu Deus, meu agradecimento. Minha eterna gratidão!

Amém!

Pe. Hermes José Novakoski, PSDP.

Marituba, 30 de abril de 2012