23 de dezembro de 2015

ELE NOS FALA POR MEIO DO SEU FILHO - Reflexão para a missa do dia 25/12

Irmãos e irmãs! Feliz Natal!

Dia belo e grande ao mesmo tempo. Um mistério envolve a terra e a alegria invade nossos corações. Um acontecimento jamais visto na história da humanidade: um Deus se tornando um de nós.

Até então, todos os deuses exigiam sacrifícios e estavam em lugares inatingíveis pelos homens. Rompendo com isso, agora o Deus, se torna um de nós. Assume a natureza humana e vem anunciar que o Reinado do Pai já está acontecendo em nosso meio.

Belíssima a liturgia deste dia. O Profeta Isaías (52,7-10) nos convida a alegria e a exultação pois o Senhor visitou e estabeleceu morada em nosso meio. Ele continua habitando em cada coração e nos sacrários das Igrejas do mundo inteiro. Assim ele está a nossa espera para nos acolher e consolar; para nos falar do seu amor, da sua misericórdia, do seu projeto de vida plena para todos.

Na carta aos Hebreus (1,1-6), o autor faz a memória dizendo que Deus falou de muitas formas no Antigo Testamento, mas agora, neste tempo, Ele fala por meio do seu Filho. O tempo de completou e as profecias se cumpriram, Ele está no meio de nós!

O Evangelho de São João (1,1-18) fala do verbo, da Palavra que existia desde sempre e que neste tempo se encarnou e se fez homem. Ela é uma luz que brilha e ilumina os que andam nas trevas. Mas nem todos aceitaram esta luz, esta verdade. A negação continua ainda hoje, mas Deus tem paciência e misericórdia pois conhece seus filhos.

Vivemos um tempo privilegiado. Muitas graças e bênçãos Deus nos concede todos os dias, porém, muitas vezes não percebemos e deixamos a graça passar. Hoje, neste dia de Natal, o Filho de Deus vem falar através do seu silêncio, deitado na manjedoura. Vem falar através da simplicidade do presépio que as coisas mais importantes da vida e para a felicidade não são as materiais, mas fazer a vontade do Pai. Acolher, como Maria e José, esta Palavra e deixar que ela transforme nossa vida. Ela tem este poder!

Celebremos em clima de fé e muita alegria este acontecimento ímpar. Nunca se viu e nem se virá mais isso. A alegria deve ser expressa em frutos de piedade e caridade, pois ela invade os corações dos que o buscam.

Cantemos esta grande novidade e alegria com as palavras do salmista: “Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória. O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; Recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel. Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai! Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! Aclamai, com os clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso Rei!” (Salmo 97)

Para você e sua família, desejo um feliz Natal! Cristo continue sempre habitando em teu coração, na tua vida e na tua família.


Pe. Hermes José Novakoski, PSDP.