26 de março de 2016

A VITÓRIA DE CRISTO É NOSSA TAMBÉM! Feliz Páscoa!

Chegamos ao grande acontecimento da história da humanidade. Algo nunca visto antes. Uma grande notícia e surpresa para todos. O Senhor sempre vai além daquilo que os homens podem esperar: ELE RESSUSCITOU! É PÁSCOA! ALELUIA! ALEGRAI-VOS!

Na noite de sábado santo temos a mãe de todas as liturgias: a Vigília Pascal! Ela faz memória de todos os principais acontecimentos da história que manifestam a presença de Deus e a salvação que vai acontecendo. A plenitude de todos os acontecimentos é a Páscoa. Nela Jesus manifesta tudo o que Deus, e só Deus pode fazer: dar a vida! Ele tudo criou; Ele a todos fez; Ele nos salvou!

Além da belíssima e não longa liturgia da Palavra (como alguns infelizmente comentam), que vai percorrendo esta história marcada pela misericórdia de Deus, temos ainda a Liturgia batismal onde ocorrem os batizados ou a água que será usada para o batismo é abençoada. Toda a comunidade renova as suas promessas batismais lembrando que nas águas do batismo nós fomos sepultados com Cristo para ressurgirmos com Ele e vivermos como pessoas novas.

Pelas águas do batismo foi lavado o pecado original e assim nos tornamos definitivamente filhos e filhas de Deus. Esta marca é indelével, ou seja, que ninguém pode apagar de nós. Por isso, a partir do batismo, e fazendo memória deste dia, deveríamos viver como criaturas novas, pois o batismo nos dá a força para vivermos na graça de Deus.

Temos ainda, no início da santa Vigília a bênçãos do fogo novo, que é Cristo. O fogo lembra o Espírito Santo, a luz que é Jesus. É abençoado o Círio, uma grande vela que traz as cinco chagas de Cristo, o ano em curso e a cruz. Ele é sinal de que Cristo está vivo e presente no meio do seu povo. Ele continuará aceso em todas as missas até a festa de Pentecostes. Depois será usado em celebrações como o batismo. Todos nós recebemos da luz de Cristo. Nossa vida é iluminada por esta luz. Por que as vezes preferimos as trevas?

E assim, nesta noite santa e no Domingo por excelência cantamos o Aleluia! Jesus venceu a morte e fez de cada um de nós um vencedor! Este Aleluia será proclamado com ênfase pelos próximos sete dias até completarmos a oitava da Páscoa.

Nos evangelhos temos relatados que as mulheres que estavam sempre com Jesus, vão fazer-lhe uma visita no primeiro dia da semana. Elas não estavam conformadas com aquele fim trágico. Sentiam que algo novo estava acontecendo; que algo maior e mais surpreendente deveria acontecer; que a crueldade dos homens não era a última palavra diante de Deus. Impulsionadas pelo Espírito Santo elas vão ao túmulo e lá, onde deveria estar o defunto em decomposição, elas encontram-se com a vida. O túmulo estava vazio! A morte não tinha vencido Jesus! Ele é maior e vencedor.

Imagine a surpresa e a alegria daquelas mulheres que correm contar aos discípulos o que elas viram. Elas não guardaram a notícia apenas para si. Queriam compartilhar com aqueles que estavam próximos do Senhor como elas. A novidade e a alegria preenche o coração de todos.

Queridos irmãos e irmãs. Hoje é Páscoa! Você que buscou nesta Quaresma viver uma vida diferente; você que buscou mais a oração, praticou a caridade e o jejum, deve sentir hoje uma grande alegria em seu coração. O teu pequeno sacrifício é recompensado com esta grande notícia e alegria. Jesus traz a você e a toda a humanidade vida nova.

Hoje, renovando as promessas do teu batismo, és convidado a viver de fato uma vida nova. Renovar os propósitos de renunciar a satanás e todas as suas artimanhas que destroem a criação de Deus e não nos quer ver vivendo felizes. Revestindo-te de Cristo és convocado a viver do jeito de Jesus. A tua, a nossa alegria consiste em imitá-lo em todos os pensamentos, palavras e ações.

Hoje somos convidados a cantar o Aleluia, a alegria de sermos amados, perdoados e salvos por Ele que quer somente o nosso bem. Vamos, assim como as mulheres que foram ao túmulo, correr ao encontro dos nossos irmãos que vivem longe d’Ele e anunciar esta alegria. Dizer a estes que eles também são amados por Deus e que Ele morreu e ressuscitou por todos nós, para nossa salvação.

Quando vamos a missa, em cada santa missa, lá fazemos este encontro com o ressuscitado. Por isso deveríamos sair transbordando de alegria. Este encontro deveria nos transformar, porque não é um encontro qualquer, mas o encontro com alguém que é capaz de vencer a morte e se venceu a morte, nos ajuda a vencermos nossas limitações.

Feliz Páscoa! Que esta alegria continue por todos os dias da tua vida. Que a luz de Cristo brilhe sempre em nosso caminho e em nosso coração. Que a água do batismo nos purifique sempre dos nossos pecados.

Pe. Hermes José Novakoski, PSDP.