28 de maio de 2016

JESUS CAMINHA CONOSCO

Amados irmãos e irmãs. Neste último Domingo do mês mariano muitas comunidades Católicas farão a coroação de Nossa Senhora lembrando que Ela foi coroada por seu Filho Jesus no céu como Rainha de todos os povos em todos os tempos. A coroa que devemos oferecer hoje à Maria são as nossas obras de virtude. Esta coroa é a que mais lhe agrada. Uma vida vivida na santidade buscando imitar as suas virtudes de Mãe e discípulo de Cristo. Uma mulher que viveu para Deus e fez da sua vida um grande ofertório de amor. O seu Sim foi a porta de entrada para o Salvador. O nosso sim à Deus salva a nossa alma e abençoa uma multidão de pessoas. Assim como o Filho, Maria continua caminhando conosco ao longo dos séculos. Ela não nos abandona. É Mãe atenta as necessidades daqueles que nela confiam.

O Evangelho deste Domingo (Lucas 7,1-10) relata o acontecimento do oficial romano que ficou preocupado com o doença de um dos seus empregados. Manda mensageiros até Jesus porque não se considerou digno de ir pessoalmente até ele e de acolhe-lo em sua casa. Jesus viu neste jesto humilde daquele homem pecador uma atitude de grande fé. Quando Jesus soube do ocorrido, colocou-se a caminho da casa do oficial.

O que podemos aprender do Evangelho deste 9º Domingo do Tempo Comum? Primeiro nunca duvidar do poder de Deus em nossa vida. Para o oficial bastava uma Palavra de Jesus que o seu empregado fosse curado. Quantas vezes nós ficamos pedindo provas e sinais do amor de Deus por nós. Ele já provou o seu amor para conosco ao dar o seu Filho para morrer na Cruz. Jesus permanece na Eucaristia também como grande prova de amor.

Segundo aspecto: Jesus caminha conosco. Ele não nos abandona. Sente as nossas necessitades e Ele mesmo toma a inicitiva e vem ao nosso encontro. No sofrimento que podemos passar também encontramos Deus. Ele carrega a cruz conosco. Quando reclamamos de tudo e de todos não conseguimos ver Jesus vindo ao nosso encontro. Nossos olhos ficam embaçados e o Senhor passa despercebido em nosso caminho, na nossa vida.

Terceiro aspecto: o encontro com Jesus tem que transformar a nossa vida e nos levar a termos sentimentos de compaixão. O oficial romano ficou preocupado com o seu empregado. Por isso pede para que intercedam junto a Jesus por ele. Quantas vezes nós passamos longe dos nossos irmãos que sofrem porque não queremos ver o seu rosto; não queremos nos ocupar com sua dor.

Quarto aspecto: precisamos rezas sempre pelos mais necessitados da misericórdia de Deus. Uma atitude bonita dos cristãos de todos os tempos foi a oração pelos que passam necessidades e que sofrem. Nós devemos sempre repetir este gesto. Existem muitas pessoas necesssitadas do amor e da misericórdia de Deus. Através da nossa oração elas podem ser curadas, libertadas, consoladas e salvas. Assim como o oficial envia mensageiros até Jesus para que eles levem a mensagem sobre o enfermo, nós podemos apresentar ao Senhor tantos e tantas que necessitam da sua misericórdia. Isso Maria e os santos fazem e sempre farão pelos que confiam na sua intercessão.

Quinto aspecto: a fé fez o milagre acontecer. Você tem fé? Como alimentas ela? Ter fé enquanto tudo vai bem é normal. Ter fá quando chegam as provações é o desafio. Deus nunca abandona seus filhos. Ele caminha conosco. Precisamos acreditar nisso. Sua Palavra tem o poder de nos transformar assim como transformou a doença daquele homem do Evangelho. Peça ao Senhor para que aumente sua fé.

Sejamos hoje presença de Deus na vida daqueles que estão sem esperança para que o amor do Pai chegue até estes corações muitas vezes dilacerados pela dor, pelo ódio.

O Senhor camiha conosco até o final dos tempos. Sua Mãe também caminha junto com o seu povo nos lembrando sempre que devemos fazer o que Ela mandar. Na obediência a sua Palavra está o nosso caminho de felicidade.

Abençoado Domingo. Abençoada semana!

Pe. Hermes José Novakoski, PSDP.