18 de agosto de 2016

BEM-AVENTURADA AQUELA QUE ACREDITOU

Hoje a Igreja no Brasil celebra a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora. Depois de Jesus, Maria é a única pessoa que já está no céu de corpo e alam. Na história da Salvação, Maria tem um papel importante. Ela nos precede em muitas coisas. É a porta que nos leva ao seu amado Filho, Jesus Cristo. Por isso, vamos pedir que mais uma vez ela nos leve e nos apresente ao Pai, pelo Filho, e que nos ajude a sermos discípulos obedientes e confiantes.

O livro do Apocalipse de São João (11,19a;12,1.3-6a.10ab) traz uma rica simbologia falando de Maria. Diz que “apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida de sol”! A Mãe de Deus e nossa é este grande sinal, escrito no céu desde sempre, com uma grande missão confiada pelo Senhor. Ela dá à luz o Filho de Deus, através do qual chega a toda a humanidade a Salvação. João escuta a voz que confirma isso: "Agora realizou-se a salvação, a força e a realeza do nosso Deus, e o poder do seu Cristo". Tudo acontece graças ao Sim de Maria.

A mesma linguagem utiliza São Paulo ao escrever aos Coríntios (15,20-27a) dizendo que “por um homem veio a morte e é também por um homem que vem a ressurreição dos mortos”. A vinda deste segundo homem através do qual recebemos todas as graças e bênçãos e a Salvação eterno acontece através de Maria. Ela é a porta para que o Salvador chegasse até nós. Ainda hoje ela continua sendo este elo que une os filhos ao Pai; a criatura ao seu criador porque Ele mesmo se dignou passar por ela para chegar até esse mundo. Por que Ele fez isso? Por Ele quis! Feliz dos filhos que recorrem a Mãe. Por Ela chegamos a Deus mais rápido.

O Evangelho de São Lucas (1,39-56) é muito rico em cenas que nos fazem rezar e refletir. Tem muitos elementos que merecem ser destacadas e não conseguiremos abarcar todos. Na sua oração e meditação pessoal, deixe o Espírito Santo trabalhar aquilo que Ele sabe que você precisa para viver melhor a sua vocação. Vamos refletir sobre os movimentos que Maria faz:

Primeiro movimento é sair de casa e ir ao encontro de Isabel. Diz o evangelista que ela vai apressadamente ao encontro da prima que estava precisando de ajuda. Tem muitas situações da nossa vida e das nossas famílias que precisam ser socorridas imediatamente. Quantas realidades que necessitam de intervenção humana e divina para serem transformadas. Nós podemos ajudar indo ao encontro destas situações e rezando por elas.

Segundo movimento é o de cumprimentar Isabel; abraçou ela com muito carinho. Neste abraço de Maria, Isabel sentiu o abraço de Deus. É por isso que o texto ressalta que “Isabel ficou cheia do Espírito Santo” e por isso exclama: "Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!" O que carregamos conosco? O que transmitimos no abraço que damos às pessoas? Em nosso abraço, em nosso coração, em nossas mãos, nas nossas palavras e pensamentos sempre deveria estar Deus. As pessoas sentem o que transmitimos. Muito bom é quando transmitimos coisas boas. O mundo está cheio de pessoas carregadas de pensamentos e sentimentos negativos. De nossa parte, assim como fez Maria, devemos carregar somente o que é bom, afinal de contas, somos tempo do Espírito Santo.

Terceiro movimento de Maria é louvar e bendizer a Deus por todas as maravilhas que Ele realizou na história da Salvação e em sua vida. Aí nós temos o belíssimo cântico do Magnificat. Quantas vezes no dia lembramos de agradecer a Deus por tudo o que Ele nos dá? Quantas vezes agradecemos as pessoas pela gentileza das coisas que nos fazem ou dão? Quantas vezes murmuramos, reclamamos? Vamos fazer um exame de consciência e ver se em nossas palavras existe mais gratidão e louvou ou murmuração. Maria nos ensina a louvar a Deus mesmo diante das dificuldades e limitações, pois Ele sempre caminha conosco.

Queridos e amados irmãos e irmãs. Belíssima a liturgia deste final de semana encerrando também o XVII Congresso Eucarístico em nossa Arquidiocese de Belém. Bem-aventurados aqueles que acreditam na Eucaristia; aqueles que louvam a Deus pelas maravilhas que Ele realizou e continua realizando; aqueles que se confiam em Maria e caminham com ela levando Jesus em seu coração.

Louvemos a Deus pela oportunidade de mais uma vez nos aproximarmos da santa Eucaristia e recebe-lo em nosso coração. Louvamos por nos ter dado uma Mãe sempre atenta as necessidades dos seus filhos e filhas. Uma Mãe sempre pronta para acolher, servir, escutar, louvar, ensinando seus filhos a serem melhores discípulos.

Louvamos a Maria por ser a porta que nos conduz a Deus e derrama tantas bênçãos e graças. Louvamos também pela Rida Religiosa Consagrada que é sinal visível do amor de Deus através dos muitos trabalhos de apostolado que exerce no mundo, especialmente pela oração que diariamente dirigem a Deus pela santificação e salvação de todos.

Muitos motivos para gratidão neste final de semana. Desejo que a alegria de sermos filhos amados de Deus e podermos escutá-lo em sua Palavra e recebe-lo na Eucaristia seja permanente em nosso coração.

Caminhos com Maria!

Abençoado Domingo a todos. Parabéns a todos os Consagrados e Consagradas pelo nosso dia! Abençoada semana!

Pe. Hermes José Novakoski!
Pobre Servo da Divina Providência.