8 de dezembro de 2016

ALEGRE-SE! O SENHOR ESTÁ PERTO

Estimados irmãos e irmãs. Continuamos nossa caminhada rumo ao Natal do Senhor. Uma grande solenidade. Um marco na história. Em Cristo se renovam todas as coisas. Nele tudo tem um novo significado. Os rumos da humanidade foram mudados. O amor passou a habitar entre nós.

Sua vinda foi desejada e preparada há séculos pelos profetas. Deus nos surpreende sempre, por isso sua vinda não foi de acordo com as expectativas humanas. Deus tem seu jeito de chegar, de permanecer no meio de Deus. Assim como no tempo antes de Jesus e quando Ele já estava no meio do povo, também hoje precisamos estar atentos aos sinais que manifestam a sua presença.

Valem para nós as palavras do Profeta Isaías da 1ª Leitura deste Domingo (35,1-6a.10): “Criai ânimo, não tenhais medo! Vede, é vosso Deus!” No tempo em que estamos vivendo, parece que as forças no desânimo estão tomando conta. É dever de todos os cristãos erguer a cabeça e seguir em frente. Nosso Deus está no meio de nós e por isso não podemos desanimar. Ele caminha conosco e continua manifestando seus sinais e isso não podemos parar no meio do caminho.

As vezes parece que as forças no mal vão vencer. Mas não! O bem sempre vence o mal. O sol acaba com as trevas. Deus tem mais poder do que qualquer outra força. Para nós que cremos, não podemos deixar que nos roubem a fé e a esperança. O inimigo tenta nos desanimar e mostrar que não vale a pena lutar. Não deixemos nos envolver pelas trevas. Cristo é nossa luz!

Em meio a tudo isso, onde está Deus? Ele está no meio do povo sofrendo com os que sofrem; lutando com os que lutam. À esta pergunta que os discípulos de João (Cf Evangelho deste Domingo: Mateus 11,2-11) fizeram a Jesus, Ele responde: “Ide contar a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são curados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e os pobres são evangelizados.”

Estes sinais continuam vivos ainda hoje. Caso alguém pergunte para nós se Deus está no nosso meio devemos responder: Ele está na Eucaristia; na Palavra; nos gestos de Caridade. São muitas as formas que Ele se manifesta, porém o desânimo não deixa a gente ver a presença de Deus. Geralmente nos apegamos ao pessimismo dos acontecimentos e assim caímos na tentação de pensar que não tem mais jeito e que Deus nos abandonou.

Assim como João anunciou a vinda de Jesus e preparou os corações das pessoas para acolhê-lo, também nós temos o dever de preparar o nosso coração e o de nossos irmãos para que estes acolham o Senhor e sua vida seja transformada.

Neste Domingo da alegria, deixemos nos contagiar pelas coisas boas que existem para que elas ganhem mais força e se propaguem em nosso meio. Quem tem Jesus em seu coração não pode viver murmurando e se lamentando. Ele é a fonte da verdadeira alegria que ninguém pode nos tirar e que não encontramos em nenhum outro lugar.

Abençoado Domingo e uma semana de bênçãos e graças.

Pe. Hermes José Novakoski
Pobre Servo da Divina Providência!