17 de fevereiro de 2017

SEDE PERFEITOS COMO O VOSSO PAI CELESTE É PERFEITO

Estimados irmãos e irmãs. Estamos no 7º Domingo do Tempo Comum e a Palavra de Deus é bastante provocativa. O Senhor faz um convite que não podemos recusar caso queiramos estar sempre com ele: a santidade.

Ao falar com Moisés o Senhor já manifesta o seu desejo de como deve ser o seu povo. Ele deve se distinguir dos demais. Não pode fazer as mesmas coisas, ter os mesmos pensamentos. Precisa caminhar e proceder difere.

Os mandamentos que Ele coloca como parâmetro para seus filhos é com o objetivo de que eles tenham vida. O Senhor vai indicando a direção que o seu povo precisa caminhar. Vejamos: "Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo". (Levítico 19, 2).

O parâmetro sempre é o próprio Senhor. As vezes queremos ser igual a fulano porque ele fala bem, é famoso, rico etc. Em nossa vida devemos imitar sempre ao Senhor. Só Ele é digno de ser amado, adorado e seguido.

O que é ser santo? A Palavra nos responde: "Não tenhas no teu coração ódio contra o teu irmão... Amarás o teu próximo como a ti mesmo." (Lv 19, 17-18). Enfim, no caminho de santidade precisamos cuidar para que o nosso coração não seja contaminado pelas coisas ruins, pela maldade. Em tudo e em todos amar e servir o Senhor.

São Paulo na carta aos Coríntios (3,16-23) também fala disso lembrando os fiéis que somos santuário de Deus e que o  Espírito mora em nós. Sendo assim, precisamos viver de acordo com a nossa fé. Nossas ações não podem contradizer a nossa fé.

No Evangelho (Mateus 5, 38-48) Jesus também nos faz o mesmo apelo. Precisamos amar a todos sem distinção, inclusive aqueles que podem nos prejudicar, porque o amor é gratuito e Deus amou a todos. Assim como Deus quer o bem de todos, nós também devemos querer. Por isso o trecho do Evangelho deste Domingo termina exortando: "Sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito".

O Mestre é muito e exigente. Não podemos viver a vida com meias medidas. Ou Deus é o Senhor da nossa vida, ou não é. Sendo Ele o nosso Deus temos o dever de transformar a nossa vivência de acordo com o seu projeto, os seus ensinamentos.

Abençoado Domingo e uma semana de paz.

Pe. Hermes José Novakoski
Pobre Servo da Divina Providência